Chama faz parceria com O Justiceiras para auxiliar mulheres em situação de violência

As mulheres estão à frente das principais decisões do cotidiano familiar, vêm conquistando protagonismo em todas as áreas profissionais e - gradativamente - colocam em prática o significado da palavra empoderamento. O app do Chama, por exemplo, é acessado, majoritariamente, por mulheres. Porém, os casos de violência contra a mulher sempre foram um problema no Brasil e, infelizmente, aumentaram muito durante a pandemia, que fez com que muitas passassem a conviver mais tempo próximas de seus agressores devido ao isolamento social. 

Em 2020 foram registradas 105.821 denúncias de violência e mais de 1.300 casos de feminicídio. Isto reforça a urgência e importância de auxiliar o público feminino a denunciar o agressor de forma prática, discreta e segura.

Para amparar mulheres em situações de violência de gênero, o Chama firma uma parceria com O Justiceiras e agora nosso app conta com um botão de pedido de ajuda. 

Contato e acolhimento

Ao baixar e/ou acessar o app atualizado do Chama e clicar em "Perfil", você encontra o ícone "Violência contra mulher", através do qual tem acesso a um formulário que a direciona para o Justiceiras. A partir de uma análise multidisciplinar, inicia-se o contato e o acolhimento a esta vítima.

O Justiceiras tem como fundadora a Gabriela Manssur, Promotora de Justiça do Estado de São Paulo desde 2003. As voluntárias Justiceiras já ajudaram mais de 5 mil mulheres oferecendo rede de apoio, acolhimento e orientação jurídica, psicológica, social e médica, de forma gratuita e online.

O Chama acredita que quanto maior a rede de apoio às vítimas de violência, maior o combate a violência contra a mulher, pois “Juntas somos ainda mais fortes”.

Compartilhe esta novidade do Chama com todas as mulheres que você conhece!